artigo recomendado


Lopez, Felix, & Almeida, Acir. (2017). Legisladores, captadores e assistencialistas: a representação política no nível local. Revista de Sociologia e Política, 25(62), 157-181.
O artigo analisa a representação política local, focando as percepções e práticas cotidianas dos vereadores. Em particular, analisam-se suas escolhas entre estratégias de representação clientelistas e universalistas. Utilizam-se dados originais de entrevistas abertas semiestruturadas com amostra não representativa de 112 vereadores de 12 municípios de Minas Gerais. Por meio de análise qualitativa, classificam-se os vereadores em três tipos, de acordo com sua principal estratégia de representação, a saber: “legislador”, que se dedica mais às funções formais da vereança; “captador”, que prioriza o atendimento de pedidos coletivos dos eleitores; “assistencialista”, que prioriza o atendimento de pedidos particulares. Os resultados sugerem que essas estratégias são qualitativamente distintas e que a probabilidade de ocorrência do tipo assistencialista é maior em municípios pequenos, crescente no acirramento da competição política e decrescente na volatilidade eleitoral.
__________________________________________________________________________________

16 de março de 2010

marx "jornalista"

[Mongolia, 1962
Howard Sochurek
Life]

trabalho a ser apresentado no 7o. encontro da ABCP (2010)

A análise prática da política prática: uma introdução ao estudo dos "textos jornalísticos" de Marx

Adriano Codato (UFPR)

Durante as décadas de 1840-50, Marx publicou uma série de escritos analisando a política institucional. Este paper destaca, da vasta produção do autor editada no New York Daily Tribune, as crônicas sobre a política inglesa entre 1852-1854. O objetivo geral do estudo é examinar o modo pelo qual o escritor pensou a atividade política quotidiana. Enfatizo nessa exegese dois assuntos usuais da tradição marxista: i) o problema da “autonomia da política”; e ii) o papel ativo (ou não) dos agentes sociais. Essa discussão serve de pano de fundo para o problema central tratado na investigação: como Marx lidou com a questão dos profissionais da política? Utilizamos como fonte desses comentários de texto duas compilações da edição crítica das Obras Políticas estabelecida por M. Rubel para as Éditions Gallimard: Chroniques Anglaises (1852-1854) e Lord Palmerston (1853).


[clique aqui para o texto integral]

.

Nenhum comentário: