artigo recomendado


Sergio Simoni Junior, Rafael Moreira Dardaque, Lucas Malta Mingardi. A elite parlamentar brasileira de 1995 a 2010: até que ponto vai a popularização da classe política? Colombia Internacional, n. 87, p. 109-143, maio-ago. 2016 .
O objetivo deste artigo é debater a tese da popularização do perfil social dos parlamentares brasileiros buscando ressaltar que a literatura, ao ignorar a assimetria de poder institucional entre os legisladores, pode apresentar um viés no seu diagnóstico sobre as características da representação política no Brasil.
__________________________________________________________________________________

2 de julho de 2013

reforma política: WTF???

[Congresso Nacional‚ 1998.
Foto Salomon Cytrynowicz]


Mesa-redonda sobre propostas e modelos de reforma política

5/7
sexta-feira, as 18 hs.
UFPR - Reitoria
ANF 100

Adriano Codato (UFPR, Ciência Política), coordenador: "A agenda da reforma política".

Emerson Urizzi Cervi (UFPR, Ciência Política): "Propostas de reforma eleitoral no Brasil: como tirar poderes dos eleitores para fortalecer as oligarquias políticas".

Eneida Desiree Salgado (UFPR, Direito): "Reforma política: as elites contra-atacam".

Luiz Domingos Costa (Facinter, Ciência Política): "A organização partidária como parte do problema da reforma política".

Promoção: PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM CIÊNCIA POLÍTICA - UFPR/NUSP - UFPR/ Observatório de elites políticas e sociais do Brasil (http://observatory-elites.org/)


.

Um comentário:

André Tessaro Pelinser disse...

Seria interessante uma transmissão online ao vivo, via twitter ou algo assim.