artigo recomendado


Ribeiro, Pedro Floriano. Em nome da coesão: parlamentares e comissionados nas executivas nacionais dos partidos brasileiros. Revista de Sociologia e Política, vol. 22 n. 52 (dec. 2014).
Quase nada sabemos sobre as cúpulas dirigentes dos partidos políticos brasileiros, espaços de coagulação de disputas e deliberações acerca de aspectos relevantes da vida política nacional. O objetivo do trabalho é começar a abrir a caixa preta desses espaços, delineando-se um perfil das elites dirigentes dos principais partidos brasileiros. São utilizados dados inéditos acerca das comissões executivas nacionais formadas entre 1980 e 2013, dos sete maiores partidos: PT, PSB, PDT, PMDB, PSDB, PP e DEM.
_____________________________________________________________________________________________________________________

25 de agosto de 2009

Marxismo e elitismo: dois modelos antagônicos de análise social?


[Auto worker. US, 1938.
William Vandivert. Life]

artigo a ser publicado na
Revista Brasileira de Ciências Sociais
.
Adriano Codato
Renato Perissinotto


Resumo
O artigo contrapõe-se às proposições sobre poder, classe e dominação política de classe elaboradas por uma vertente particular do marxismo - o marxismo estruturalista -, por meio de um diálogo crítico com um de seus autores paradigmáticos: Nicos Poulantzas. O artigo defende que, ao contrário do que sugere Poulantzas, a introdução do conceito de “elite” no interior do marxismo teórico pode ser produtivo para o desenvolvimento dessa perspectiva de análise social, tornando a abordagem classista da política operacionalizável cientificamente.

Palavras-chave: marxismo; teoria das elites; teoria social; Nicos Poulantzas; análise de classe.

Abstract
The purpose of this article is to contrapose the propositions on power, class and political domination presented by a particular interpretation of Marxism - structuralist Marxism - through a critical dialogue with one of its most paradigmatic authors: Nicos Poulantzas. The article states, against Poulantzas suggestions, that the insertion of the concept of “élite” in theoretical Marxism may produce positive effects on it, specially making the classist analysis of politics scientifically manageable.

Key words: Marxism; Élite theory; Social theory; Nicos Poulantzas; Class analysis.


para ler o texto completo clique aqui. [em breve]
.

Um comentário:

Anônimo disse...

sabia que conhecia a imagem de algum lugar... (um abraço do Bruno.)