artigo recomendado


Sergio Simoni Junior, Rafael Moreira Dardaque, Lucas Malta Mingardi. A elite parlamentar brasileira de 1995 a 2010: até que ponto vai a popularização da classe política? Colombia Internacional, n. 87, p. 109-143, maio-ago. 2016 .
O objetivo deste artigo é debater a tese da popularização do perfil social dos parlamentares brasileiros buscando ressaltar que a literatura, ao ignorar a assimetria de poder institucional entre os legisladores, pode apresentar um viés no seu diagnóstico sobre as características da representação política no Brasil.
__________________________________________________________________________________

25 de agosto de 2009

curso na ufpr - Teoria Política Marxista

[Alexander Rodchenko]

programa resumido
[para o programa completo, clique
aqui]
HC - 168



AULA 1.
APRESENTAÇÃO (25 AGO.)

AULA 2.
OS PROBLEMAS TEÓRICOS E A POLÍTICA DE “LEITURA” DA OBRA (1 SET.)

Exposição: OBJETOS REAIS-CONCRETOS E OBJETOS FORMAIS ABSTRATOS NAS “OBRAS HISTÓRICAS” DE MARX

Leitura OBRIGATÓRIA:
1. ALTHUSSER, Louis. Sobre o trabalho teórico. Lisboa: Presença, 1978.

AULA 3.
O CONTEXTO HISTÓRICO FRANCÊS ENTRE 1848 E 1851 (8 SET.)

Exposição: HISTÓRIA POLÍTICA E ANÁLISE POLÍTICA: A PERIODIZAÇÃO DO ESPAÇO POLÍTICO

Leituras OBRIGATÓRIAS:
1. ARON, Raymond. As etapas do pensamento sociológico. 4a. ed. São Paulo: Martins Fontes, 1995, Cap.: Os sociólogos e a revolução de 1848, p. 253-281.

2. POULANTZAS, Nicos. Pouvoir politique et classes sociales. Paris: Maspero, 1968, Vol. I, Chap. II, item 2, p. 149-165 (há trad. em port.).

AULA 4. entrega do fichamento
PRINCÍPIOS TEÓRICOS DA ANÁLISE MARXISTA DO SOCIAL (15 SET.)

Exposição: TEORIA MARXISTA “DA POLÍTICA” OU TEORIA POLÍTICA MARXISTA?

Leitura OBRIGATÓRIA:
1. MARX, Karl. Para a crítica da Economia Política. São Paulo: Abril Cultural, 1982. (Coleção Os Economistas). “Prefácio” (1859), p. 23-27.

AULA 5.
A AUTONOMIA/HETERONOMIA DO “POLÍTICO” (22 SET.)

Exposição: COMO APARECE N’O 18 BRUMÁRIO A RELAÇÃO ENTRE INFRA-ESTRUTURA E SUPERESTRUTURA?

Leitura OBRIGATÓRIA:
1. CODATO, Adriano Nervo. O Dezoito Brumário, política e pós-modernismo. Lua Nova, São Paulo, v. 64, p. 85-115, 2005.

Obs.: 29 de setembro não haverá aula; curso do NUSP

AULA 6.
A RELAÇÃO ENTRE PRÁTICAS POLÍTICAS E ESTRUTURAS SOCIAIS (6 OUT.)

Exposição: O CONCEITO DE “CENA POLÍTICA”

Leitura OBRIGATÓRIA:
1. BOITO Jr., Armando. Cena política e interesse de classe na sociedade capitalista – acerca de O Dezoito Brumário de Luis Bonaparte. Critica Marxista, n. 15, p. 127 -139, 2002.


AULA 7.
ESSÊNCIA E APARÊNCIA: O TEATRO DA POLÍTICA (13 OUT.)

Exposição: A FUNÇÃO SIMBÓLICA DA POLÍTICA E A FUNÇÃO POLÍTICA DO SIMBÓLICO

Leitura OBRIGATÓRIA:
1. MARX, Karl. O 18 Brumário de Luís Bonaparte. In: Manuscritos economico-filosoficos e outros textos escolhidos. 4ª. ed. São Paulo: Nova Cultural, 1987, seção I. (Col. “Os Pensadores”).

AULA 8.
I Avaliaçao semestral (20 OUT.)

Obs.: 27 de outubro não haverá aulas: Congresso ANPOCS
Obs.: 3 de novembro não haverá aulas: Congresso CEMARX


AULA 9.
A “TEORIA” MARXIANA DO ESTADO (10 NOV.)

Exposição: HÁ N’O 18 BRUMÁRIO UMA TEORIA DO ESTADO CAPITALISTA?

Leitura OBRIGATÓRIA:
1. BOBBIO, Norberto. Existe uma doutrina marxista do Estado? In: Norberto Bobbio et al. O marxismo e o Estado. Rio de Janeiro: Graal, 1979, p. 13-31.

AULA 10.
A TEORIA MARXISTA CONTEMPORÂNEA DO ESTADO CAPITALISTA (17 NOV.)

Exposição: A DIMENSÃO INSTITUCIONAL E DIMENSÃO FUNCIONAL DO ESTADO NUMA PERSPECTIVA TEÓRICA

Leitura OBRIGATÓRIA:
1. CODATO, Adriano Nervo e PERISSINOTTO, Renato Monseff. O Estado como instituição: uma leitura das “obras históricas” de Marx. Critica Marxista, v. 13, p. 9-28, 2001.

AULA 11.
A RELAÇÃO ENTRE O ESTADO E AS CLASSES SOCIAIS (24 NOV.)

Exposição: O QUE É O BONAPARTISMO? O PROBLEMA DA AUTONOMIA RELATIVA DO ESTADO

Leitura OBRIGATÓRIA:
1. MARX, Karl. O 18 Brumário de Luís Bonaparte. In: Manuscritos economico-filosoficos e outros textos escolhidos. 4ª. ed. São Paulo: Nova Cultural, 1987, seção VII. (Col. “Os Pensadores”).

AULA 12.
FORMAS DE ESTADO E REGIME POLÍTICO (1 DEZ.)

Exposição: A CONCEPÇÃO DE DITADURA E DEMOCRACIA NO MARXISMO CLÁSSICO

Leitura OBRIGATÓRIA:
1. BOBBIO, Norberto. A teoria das formas de governo. 10ª. ed. Brasília: Brasília: Editora da Universidade de Brasília, 1998, cap. XIII: “Marx”, p. 163-172.

AULA 13.
II Avaliação (8 dez.)


CRITÉRIOS DE AVALIAÇÃO
1. Presença e participaçao efetiva em sala;
2. Um resumo comentado do livro de Marx, O 18 Brumário;
3. Duas provas escritas em sala.
4. Respostas a questões semanais por e-mail.
.

Nenhum comentário: